Notícias » Curiosidades

Jeffrey Epstein: Ilhas privadas do bilionário estão à venda

Situadas nas Ilhas Virgens Americanas, Great St. James e Little St. James, que já pertenceram a Epstein, foram colocadas à venda

Redação Publicado em 26/03/2022, às 09h43

A ilha Little St. James e o bilionário americano Jeffrey Epstein
A ilha Little St. James e o bilionário americano Jeffrey Epstein - Department of Justice / Navin75 via Wikimedia Commons

Ilhas privadas que pertenciam ao bilionário americano Jeffrey Epstein foram colocadas à venda por 125 milhões de dólares, o equivalente a cerca de R$ 606 milhões, segundo a cotação atual.

Epstein foi encontrado morto na prisão federal de Manhattan, em Nova York, em 2019, onde cumpria pena por abuso sexual e esquema de exploração de menores. Ambos os crimes ocorreram inclusive nas ilhas que estão à venda.

Tratam-se das ilhas Great St. James e Little St. James, situadas nas Ilhas Virgens Americanas, que estão localizadas na parte do Caribe pertencente ao território dos Estados Unidos.

Segundo informou o jornal americano The Wall Street Journal, as duas possuem uma área conjunta de mais de 230 acres, o que corresponde a pouco mais de 930 mil metros quadrados, como destacou o UOL.

A maior das ilhas conta com uma área de preservação marinha chamada Christmas Cove e está praticamente intocada, enquanto a menor, Little St. James, apresenta uma casa principal, quatro vilas para visitantes, um heliporto, três praias e duas piscinas.

O bilionário comprou a menor delas em 1998 por 7,95 milhões de dólares, cerca de R$ 38,5 milhões. Em 2016, adquiriu a Great St. James por 22,5 milhões de dólares, o que vale R$ 109 milhões. Ele viveu na área por mais de duas décadas.

O advogado do espólio do financista, Daniel Weiner, informou que o dinheiro obtido com a venda das ilhas deverá ser usado para pagar os custos judiciais pendentes no processo em que Epstein foi condenado.