Notícias » Estados Unidos

Jimmy Kimmel sugere que hospitais não deveriam tratar apoiadores do 'tratamento precoce' de covid-19

O apresentador norte-americano brincou sobre a eficácia da ivermectina em relação a vacina

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 09/09/2021, às 13h25

Jimmy Kimmel em apresentação em 2020
Jimmy Kimmel em apresentação em 2020 - Getty Images

O apresentador Jimmy Kimmel aproveitou a volta de seu talk-show na emissora americana ABC para manifestar repúdio aos cidadãos estadunidenses que, apesar do progresso da vacinação gratuita nos EUA, auxiliaram no crescimento de casos durante o verão norte-americano, como informou o Washington Post.

No monólogo inicial, fez questão de contestar apoiadores do chamado “tratamento precoce”, levando em conta as análises científicas que não relacionam o uso da ivermectina com melhora na recuperação do novo coronavírus.

Em comparação, o comunicador sugeriu que estas pessoas deveriam ser barradas em hospitais.

“Essa escolha não parece tão difícil para mim: Pessoa vacinada sofrendo um infarto? ‘Sim, entre imediatamente, nós cuidaremos de você’. Um cara não vacinado que devorou ​​gosma de cavalo? ‘Descanse em paz, ofegante’”,  brincou o comediante.

Confira o monólogo em inglês de Jimmy Kimmel.