Notícias » Política

'Justiça e letalidade policial': Obra inédita analisa condutas de oficiais a serviço do Estado

O mais novo lançamento da pesquisadora Poliana da Silva Ferreira investiga a ação inadequada de policiais. Entenda!

Victória Gearini | @victoriagearini Publicado em 26/08/2021, às 19h47

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Imagem de MasterTux por Pixabay

Recém-lançado pela Editora Jandaíra, com o selo Justiça Plural, o livro 'Justiça e letalidade policial', da pesquisadora Poliana da Silva Ferreira, analisa condutas de oficiais a serviço do Estado.

[Colocar ALT]
Justiça e letalidade policial, de Poliana da Silva Ferreira (2021) / Crédito: Divulgação / Editora Jandaíra

A autora é mestre e doutoranda em Direito pela Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo. Além disso, atua no Grupo de Pesquisa em Criminologia da Universidade do Estado da Bahia, do Núcleo de Estudos sobre o Crime e a Pena da FGV e do Núcleo de Justiça Racial e Direito. 

Após policiais militares assassinarem dois homens negros, em São Paulo, a pesquisadora decidiu analisar o episódio. Na época, o crime foi amplamente repercutido pela imprensa. Um dos policiais envolvidos alegou, ainda, que havia atirado contra a vítima desarmada e já rendida. Contudo, o oficial foi absolvido.

Motivada pelo caso, Poliana da Silva Ferreira decidiu investigar a fundo os motivos pela absolvição do agente, uma vez que ele teria confessado ter atirado contra a vítima apenas por 'raiva'.

A partir disso, a pesquisadora analisou o tratamento judicial dado nas três esferas do Direito: criminal, civil e administrativa. Além disso, ela apresentou em seu livro uma reflexão minuciosa sobre questões estruturais e institucionais da polícia brasileira. 

A obra 'Justiça e letalidade policial' já encontra-se disponível na Amazon, em formato Kindle e edição física.

Confira abaixo um trecho da obra disponível na Amazon:

Entre 2016 e 2020 foram contabilizados no Brasil mais de 27.000 vítimas fatais em decorrência de abordagens policiais. Em 2018, em média 17 pessoas foram mortas por dia pela polícia, de acordo com os relatórios do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, entidade, não governamental composta por pesquisadores e policiais. Na pandemia, não houve trégua. 5.660 mortos. Ou seja, a alta letalidade nas ações policiais constitui uma realidade. O fenômeno é notório, o problema, dramático.


+Saiba mais sobre a obra citada acima por meio da Amazon: 

Justiça e letalidade policial, de Poliana da Silva Ferreira (2021) - https://amzn.to/3ykiMX5

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W


++Saiba mais sobre outras obras relacionadas ao tema disponíveis na Amazon:

COT. Charlie. Oscar. Tango. Por Dentro do Grupo de Operações Especiais da Polícia Federal, de Eduardo Maia Betini e Fabiano Tomazi (2018) - https://amzn.to/2WslV9Q

Pão Diário, de Vários Autores (2017) - https://amzn.to/3DnuDra

Polícia, de Jo Nesbo (2017) - https://amzn.to/3mAKhcB

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W