Notícias » Arqueologia

Lareiras da Era Viking são descobertas na Estônia

O achado forneceu pistas importantes a respeito da História do local

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 04/05/2022, às 13h27

Fotografia das escavações
Fotografia das escavações - Divulgação/ Mihkel Maripuu

Um conjunto de escavações realizadas na cidade de Tallin, capital da Estônia, revelaram quatro lareiras e um punhado de cerâmicas da Era Viking, surpreendendo especialistas.

O sítio arqueológico onde ocorreu a descoberta já está sendo explorado desde 2016, e artefatos de diversos períodos históricos diferentes foram identificados.

Segundo as informações repercutidas pelo PostTimes, achados incluem estruturas da Idade da Pedra e Idade dos Metais, que ocorreram milênios antes de Cristo, assim como construções da Idade Média, um período muito mais recente, que se deu durante os séculos 5 d.C e 15 d.C. 

O local, portanto, foi ocupado por diversas populações humanas diferentes ao longo da História, o que o torna ainda mais rico em vestígios arqueológicos. 

Lacuna temporal

A Era Viking, vale destacar, ocorreu entre os anos 793 e 1066, de forma que se encaixa entre as ocupações pré-históricas e as medievais, preenchendo uma lacuna na linha temporal da região de Tallin. 

Se, por um lado, o novo achado fornece respostas, porém, por outro desperta mais perguntas:

"Temos lareiras, mas nenhum sinal de prédios. Talvez este fosse um acampamento temporário. Ou se houvesse uma parte de um complexo de assentamento mais amplo aqui, poderia ter sido uma parada de descanso de curta duração”, apontou Rivo Bernotas, arqueólogo envolvido nas escavações, também segundo o PostTimes.

O próximo passo da pesquisa envolverá buscar as respostas para questões como essas, assim como a realização de análises laboratoriais dos achados.