Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / EUA

Massacre de 4 de Julho: Atentado nos EUA foi planejado por semanas

Sete pessoas morreram e outras 35 ficaram feridas durante ataque ocorrido na última segunda-feira

Redação Publicado em 06/07/2022, às 07h18 - Atualizado às 07h18

À esquerda, Robert E. Crimo III; à direita, homenagem às vítimas do massacre - Divulgação/ABC News / Getty Images
À esquerda, Robert E. Crimo III; à direita, homenagem às vítimas do massacre - Divulgação/ABC News / Getty Images

O suposto autor do atentado ocorrido durante as celebrações do 4 de Julho (Dia da Independência dos EUA), em Highland Park, teria planejado a ação "durante semanas". Conforme apontou a polícia local, o jovem de 22 anos ainda teria se disfarçado de mulher para evitar que fosse identificado.

De acordo com o agente Christopher Covelli, o rapperRobert Crimo estava no teto de uma loja quando atirou com seu rifle contra pessoas que assistiam ao desfile em comemoração ao feriado.

"Acreditamos que ele preparou o ataque durante semanas", disse o policial, segundo informações da AFP. Ele declarou ainda que o suspeito "estava vestido com roupa de mulher" e, possivelmente, utilizou peruca longa para esconder as tatuagens em seu rosto.

Vítimas do massacre

Segundo a fonte, Crimo disparou mais de 70 vezes contra a multidão, provocando a morte de sete pessoas e deixando ao menos 35 feridas. Entre as vítimas está um casal, Irina e Kevin McCarthy, que estavam no local com Aiden, o filho de dois anos. O menino foi salvo por um morador, que o levou para um lugar seguro.