Notícias » Alemanha

Metrô de Berlim disponibiliza bilhetes comestíveis com cannabis

As passagens diferenciadas tem o objetivo de relaxar os passageiros, segundo a empresa de transporte

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 14/12/2021, às 17h54

Fotografia da passagem citada
Fotografia da passagem citada - Divulgação/ BVG

O sistema de transporte público de Berlim (BVG) anunciou nesta terça-feira, 14, que venderá um tipo diferente de passagem de metrô durante esse fim de ano: os bilhetes serão feitos de papel comestível com gotas de óleo de semente de cânhamo.

O cânhamo é uma planta de cannabis que, no entanto, possui níveis baixíssimos de THC, que é o princípio ativo da maconha responsável pelos efeitos psicoativos.

Em vez disso, ela é rica em outra substância encontrada na maconha, que é o canabidiol (ou CBD), conhecido por suas propriedades relaxantes. 

Assim, o objetivo desse singular bilhete seria ajudar a acalmar a ansiedade dos passageiros preocupados com a pandemia de covid-19 ou simplesmente com a correria de compra de presentes que vem com a chegada do Natal. 

Desta forma, você pode viajar sem complicações por Berlim o dia todo e, em seguida, simplesmente engolir o estresse da semana do Natal junto com o seu bilhete", afirmou a companhia através de um comunicado repercutido pela AFP. 

Vale mencionar que, diferente da maconha, o óleo de cânhamo é completamente legalizado na Alemanha e um "ótimo molho para salada", ainda de acordo com o sistema de metrô alemão. 

O BVG inclusive se posiciona de forma contrária à legalização do uso recreativo da cannabis, que é algo que está atualmente sendo considerado pelo governo alemão. 

As passagens comestíveis, que podem ser consumidas em até 24h, ficarão disponíveis no decorrer dos próximos dias.