Notícias » Rússia

Encontrada identificação de espionagem de Vladimir Putin

O presidente russo já expressou orgulho por seu passado no serviço secreto, mas o documento nunca havia sido localizado

Alana Sousa Publicado em 12/12/2018, às 12h36 - Atualizado às 14h29

 Presidente da Rússia, Vladimir Putin
Presidente da Rússia, Vladimir Putin - Reprodução

A polícia secreta da Alemanha, a Stasi, possuía nos anos 80 um espião que no futuro ficaria muito famoso: Vladimir Putin.

Ao examinar arquivos antigos da Stasi, foi encontrada a passagem do atual presidente da Rússia, que naquela época atuava como espião soviético.  Ainda quando a Alemanha era divida entre os soviéticos e os capitalistas, Putin estava ligado ao Comitê de Segurança da União Soviética, o KGB. Em uma análise da cooperação entre a Stasi e o KGB, o documento com a foto e a assinatura dele veio à tona.

Os selos provando os anos de trabalho de Putin Reprodução

Putin era um oficial da KGB em Dresden até dezembro de 1989, quando estava na faixa dos 30 anos. Em entrevista a TV estatal russa, no ano passado, ele disse que suas ações envolviam coleta ilegal de informações e ainda acrescentou que “os espiões da KGB eram pessoas com qualidades especiais, convicções especiais e um tipo especial de personagem".

Putin assinou "Wladimir Putin" usando ortografia alemã Reprodução

Com o documento era possível que Putin acessasse livremente os escritórios da polícia secreta, e ainda facilitava o recrutamento de novos agentes.

"Até então, não se sabia que Putin tinha uma identificação da Stasi. Seu nome não aparece na lista de militares soviéticos que receberam cartões de identificação", disse Konrad Felber, chefe da Agência de Arquivos da Stasi, ao jornal alemão Bild.