Notícias » Estados Unidos

Pai veste filho de Hitler em Halloween nos EUA, causando escândalo

Bryan Goldbach se arrependeu da escolha. Suas imagens correram as redes

Thiago Lincolins Publicado em 29/10/2018, às 12h48 - Atualizado às 16h07

Abaixo, a fantasia da criança
Abaixo, a fantasia da criança - Reprodução / Bryan Goldbach

Durante a comemoração da noite de Halloween em Kentucky, nos EUA, um pai causou indignação após a fantasia escolhida para ele e o seu filho de cinco anos. Fotos divulgadas nas redes sociais mostram Bryan Goldbach fantasiado de soldado nazista ao lado do pequeno, vestido de Adolf Hitler.

A reação foi imediata, Goldbach recebeu uma enorme quantidade de críticas pela escolha. Ao se defender, afirmou que os uniformes foram escolhidos unicamente por seu “amor” em retratar figuras históricas. "Eu não estava tentando fazer uma declaração ou colocar meu filho em qualquer posição", disse Goldbach numa declaração. “Quero que as pessoas saibam que sinto muito.” Além disso, o pai também disse que não esperava que as imagens fossem causar controvérsia.

A fantasia Reprodução

A comunidade judaica já havia se manifestado sobre episódios do tipo. “O fato de o pai se desculpar é importante; o fato de ele não saber que os trajes seriam ofensivos é uma reflexão muito triste sobre a nossa sociedade”, disse Gay Mazo, rabino da Sinagoga Temple Adath B'nai Israel, nos EUA, em entrevista à Eyewitness News. “Uma boa regra seria: se o seu traje chamar a atenção para um evento em que milhões foram mortos, escolha outro traje.”