Notícias » Estados Unidos

Para Biden, variante delta do coronavírus é 'tragédia amplamente evitável’

Em pronunciamento, o presidente dos EUA criticou ainda ação de governadores republicanos

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 04/08/2021, às 12h29

Joe Biden, presidente dos EUA
Joe Biden, presidente dos EUA - Getty Images

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, falou sobre a situação do país em relação à variação delta do novo coronavírus em um pronunciamento realizado ontem, 3. Segundo a OMS, a delta “deverá superar rapidamente as outras variantes e se tornar a variante dominante nos próximos meses".

Como relatou o G1, Biden caracterizou a variante como “uma tragédia amplamente evitável, que vai piorar antes de melhorar” e criticou a ação de governadores republicanos que não permitem que políticos locais apliquem novamente a obrigatoriedade das máscaras na população.

“Eu digo a esses governadores: por favor, ajudem”, afirmou o presidente dos EUA. “Mas, se vocês não vão ajudar, pelo menos saiam do caminho das pessoas que estão tentando fazer a coisa certa. Usem seu poder para salvar vidas”, declarou.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) solicitou, inclusive, que os americanos vacinados voltassem a usar máscaras em ambientes fechados devido à elevada transmissão da nova cepa delta

O presidente ressaltou ainda que o país está vivendo uma “pandemia dos não vacinados”, pois maioria das pessoas internadas ou mortas pela doença atualmente não tomaram nenhuma dose contra a covid-19.