Notícias » África

Presidente do Chade morre após não resistir a ferimentos causados em combate

Idriss Déby Itno tinha 68 anos e tomou o poder em 1990, após um golpe de Estado

Redação Publicado em 20/04/2021, às 11h15

Fotografia de Idriss Déby Itno
Fotografia de Idriss Déby Itno - Wikimedia Commons

De acordo com informações da agência de notícias RFI, publicadas nesta terça-feira, 20, pelo UOL, o presidente do Chade, Idriss Déby Itno, morreu hoje, aos 68 anos. A notícia foi divulgada pela televisão estatal local.

Segundo revelado na publicação, Itno não resistiu aos ferimentos causados no dia 11 de abril, enquanto comandava uma operação contra rebeldes ao norte do país.

"O presidente da República, chefe do Estado, chefe supremo das Forças Armadas, Idriss Déby Itno, acaba de dar o último suspiro na defesa da integridade territorial no campo de batalha", informou o porta-voz do Exército, o general Azem Bermandoa Agouna, em nota oficial lida na televisão. "É com profunda amargura que anunciamos ao povo chadiano a morte na terça-feira, 20 de abril de 2021, do marechal do Chade”, finalizou Agouna

Sabe-se que Idriss estava no comando do Chade há 30 anos. Em 1990, o militar de carreira tomou o poder após um golpe de Estado. Segundo revelado na reportagem, o homem havia sido promovido ao posto de marechal em agosto de 2020, além de ter sido eleito novamente para mais um mandato de seis anos. O presidente era visto como um aliado na luta contra extremistas islâmicos. 

De acordo com informações do portal de notícias G1, o filho de Déby, Mahamat Kaka, foi nomeado como presidente interino por um conselho formado por dirigentes militares, para assumir o lugar do pai.