Notícias » Família Real Britânica

Príncipe Charles deve abrir palácios reais ao público caso assuma o trono

Uma fonte próxima a família afirma que o monarca tem interesse em promover a visitação

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 18/05/2021, às 10h42

Príncipe Charles de máscara em evento oficial no dia 13 de maio de 2021
Príncipe Charles de máscara em evento oficial no dia 13 de maio de 2021 - Getty Images

O primeiro feito de príncipe Charles quando se tornar rei já é especulado dentro da família real britânica, como revelou uma fonte próxima aos monarcas para o jornal londrino The Sunday Times, como repercutiu o jornal O Globo.

De acordo com a fonte, o filho de Elizabeth II deve permitir visitações públicas em residências reais da família.

Dessa maneira, ele pretende reaquecer a visão de intimidade da população com a instituição familiar, permitindo entradas nos palácios de Buckingham, Sandrigham, Balmoral, além do Castelo de Windsor e em Clarence House — além de estimular a economia com ações de turismo, aproveitando a projeção de documentários e seriados.

A entrevista anônima acrescenta a visão do monarca: “O príncipe quer trazer pessoas para se conectar com a instituição. Ele reconhece que precisa continuar evoluindo e, na era moderna, as pessoas querem ter acesso a seus palácios. [...] Ele abraça essa ideia e vê as residências mais como locais públicos do que privados”.

Lembrando que Charles é o sucessor direto da rainha Elizabeth II no trono da Família Real Britânica, podendo assumir após o falecimento da líder.