Notícias » Europa

Príncipe Charles se solidariza com a situação na Ucrânia

O príncipe de Gales fez um comentário sobre a guerra na última terça-feira, 1°

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 02/03/2022, às 16h12

O príncipe Charles no dia 2 de março de 2022
O príncipe Charles no dia 2 de março de 2022 - Getty Images

O herdeiro do trono britânico, príncipe Charles, disse, na última terça-feira, 1°, que a invasão da Ucrânia feita pelos russos é um ataque à democracia e à liberdade, enquanto visitava uma cidade inglesa. As informações são da AFP.

O filho mais velho da rainha Elizabeth II, que conta com 73 anos de idade, visitava a cidade de Southend-on-Sea, onde um deputado chamado David Amess morreu em outubro de 2021, ao ser esfaqueado enquanto recebia seus eleitores em uma reunião pública. 

Ao falar sobre a morte de Amess, o príncipe de Gales definiu os crimes pelo qual ohomem é acusado, terrorismo e assassinato, como "um ataque à democracia (...) à sociedade aberta, à própria liberdade". 

Em sua fala, Charles disse: "Estamos vendo como esses mesmos valores são atacados hoje na Ucrânia da maneira mais implacável", denunciou em um discurso. "Somos solidários com todos aqueles que resistem a ataques brutais".