Notícias » Arqueologia

Rara moeda de ouro do século 14 vai a leilão

O item foi cunhado na Inglaterra durante apenas sete meses

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 04/03/2022, às 10h37

Fotografia mostrando as duas faces da moeda antiga
Fotografia mostrando as duas faces da moeda antiga - Divulgação/ DNW

A casa de leilões britânica Dix Noonan Web (DNW) anunciou recentemente que adicionou uma nova relíquia ao seu catálogo: trata-se de uma moeda rara do século 14, que foi desenterrada em 2019 no distrito inglês de Norfolk

Entalhada com um desenho de cabeça de leopardo, ela esteve em circulação durante um curto período de tempo, de acordo com informações repercutidas pelo Live Science. 

A moeda, que é feita de ouro 23 quilates, foi criada pelo rei Eduardo IIIem janeiro de 1344. Na época, os ingleses usavam apenas moedas de prata, diferente de nações vizinhas como Itália e França.

O projeto do monarca, que pretendia mudar isso, não foi bem-sucedido. Assim, os artefatos deixaram de ser cunhados em julho daquele mesmo ano, sete meses depois, que é o motivo pelo qual eles são tão raros hoje em dia.

Fotografia mostrando a moeda sendo segurada / Crédito: Divulgação/ DNW

A relíquia será vendida na próxima terça-feira, 8, conforme um comunicado divulgado pelo site do DNW, e é possível que seu novo dono precise desembolsar a impressionante quantia de 140 mil libras esterlinas. 

O fato é irônico quando se leva em consideração que, na época em que foi cunhada, a moeda tinha um poder de compra bem mais modesto: "Teria comprado uma única ovelha e um galão de vinho, com alguns centavos de troco", explicou Nigel Mills, especialista em antiguidades contratado pela casa de leilões para avaliar o artefato.