Notícias » Rússia

Russo oferece 1 milhão de dólares por captura de Putin

Alex Konanykhin defende que o presidente da Rússia deveria ser colocado atrás das grades

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 04/03/2022, às 12h21

Montagem mostrando fotografias de Alex Konanykhin e de Vladimir Putin
Montagem mostrando fotografias de Alex Konanykhin e de Vladimir Putin - Divulgação/ Instagram/ @konanykhinalex/ Getty Images

Na última terça-feira, 1, o ex-banqueiro e desertor russo Alex Konanykhin surpreendeu seus seguidores do Facebook e Linkedin ao publicar uma mensagem em que anunciava uma recompensa de 1 milhão de dólares para quem prendesse Vladimir Putin

"Eu prometo pagar U$ 1.000.000 para o oficial que, cumprindo seu dever constitucional, prenda Putin como criminoso de guerra de acordo com as leis russas e internacionais", afirmou o empresário, conforme repercutido pelo New York Post.

O texto foi publicado junto a uma imagem que imitava um pôster no estilo Velho Oeste, em que se lia "Procurado vivo ou morto". A gravura, que foi posteriormente removida pelo Facebook, causou confusão, levando alguns a pensarem que Alex estava oferecendo um prêmio pelo assassinato do presidente da Rússia. 

"Embora um resultado como esse fosse ser comemorado por milhões de pessoas em todo o mundo, acredito que Putin deve ser levado à Justiça”, esclareceu através de uma nova postagem.

Em entrevista à revista People, o empreendedor comentou que sua oferta havia sido, antes de tudo, uma forma de "mandar uma mensagem". 

"Eu não serei confundido com um desses russos que foi um silenciosamente um cúmplice", declarou KonanykhinDito isto, o ex-banqueiro reforçou que teria "o maior prazer" em recompensar financeiramente quem fosse responsável por fazer Putin responder em tribunal por seus atos.