Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Estados Unidos

Na Síria, missão antiterrorista dos EUA deixa 13 mortos

Essa foi a maior operação dos EUA no país desde 2019; civis, mulheres e crianças estão entre as vítimas

Penélope Coelho Publicado em 03/02/2022, às 10h00

Local destruído após operação na Síria - Divulgação/Youtube/FRANCE 24 English
Local destruído após operação na Síria - Divulgação/Youtube/FRANCE 24 English

Nesta quinta-feira, 3, Forças especiais dos Estados Unidos fizeram uma missão com objetivo antiterrorista, no nordeste da Síria. Segundo o Pentágono, o alvo foi um líder jihadista.

De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), 13 pessoas morreram durante a operação, incluindo sete civis. Três das vítimas eram mulheres e quatro eram crianças.

Na ocasião, o exército norte-americano chegou à cidade de Atme, na província de Idlib, de helicóptero. Foram disparados tiros e explosões, durante a missão que durou aproximadamente duas horas. As informações foram publicadas pelo portal de notícias g1.

O alvo da missão teria sido um prédio de dois andares, parte do local foi destruída pelos ataques. De acordo com o diretor do OSDH, essa é a maior operação realizada pelos EUA na Síria, desde outubro de 2019.

Segundo revelado na reportagem, o Pentágono definiu a ação dos militares como um “sucesso” e informou que "não houve vítimas entre as forças norte-americanas".