Notícias » Arqueologia

Templo de Zeus é encontrado em cidade antiga do Egito

De acordo com os especialistas, o local sagrado teria sido destruído por um terremoto

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 26/04/2022, às 10h54

Fotografia mostrando uma das colunas de granito do templo sendo escavadas
Fotografia mostrando uma das colunas de granito do templo sendo escavadas - Divulgação/ Ministry of Tourism and Antiquities

No Sinai, uma península egípcia, arqueólogos descobriram um templo dedicado ao culto de Zeus, o deus grego do céu. O achado, que foi reportado pelo Ministério de Turismo e Anrtiguidades na última segunda-feira, 25, ocorreu na antiga cidade de Pelúsio

O local fica próximo da fronteira do Egito, de forma que possui grande importância estratégica: durante conflitos, era frequentemente o ponto de invasão ou de saídas de expedições. Nos tempos de paz, por outro lado, a área se abarrotava de comerciantes. 

Conforme relatado por Mostafa Waziri, conselheiro egípcio de antiguidades, o templo de Zeus teria sido destruído por um terremoto. A informação foi repercutida pelo Greek Reporter. 

As escavações, que estão em seu estágio inicial, revelaram as colunas de granito que flanqueavam a entrada da construção, e ainda blocos de pedra que teriam servido como degraus. 

Fotografia do local das escavações / Crédito: Divulgação/ Ministry of Tourism and Antiquities

Pelúsio

A região da antiga Pelúsio, também conhecida hoje como sítio arqueológico de Tell el-Farma, foi habitada durante inúmeras épocas diferentes. Ela foi uma cidade greco-romana que persistiu sendo usada durante o período bizantino, e, mais tarde, voltou a ser populada por cristãos e islâmicos primitivos. 

Uma das características mais marcantes da área é o fato dela ser rodeada por dois braços menores do Nilo. A água do rio, que é conhecido por seus períodos de cheia, faz com que Pelúsio tenha um terreno de aspecto pantanoso.