Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Universitários palestinos

Universitários palestinos são baleados em Vermont, nos EUA

Três estudantes palestinos foram baleados por um homem branco, que abriu fogo sem aviso prévio em uma rua de Burlington, no estado de Vermont

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 27/11/2023, às 07h12

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Estudantes palestinos baleados - Divulgação/Twitter
Estudantes palestinos baleados - Divulgação/Twitter

Um trio deestudantes universitários palestinos foi baleado em Burlington, no estado norte-americano de Vermont, na noite de sábado, 25.

Conforme informações da polícia, os três jovens estavam na cidade para visitar o parente de um deles durante o feriado de Ação de Graças. O atirador, identificado como um homem branco — e que está foragido — abriu fogo contra eles sem aviso prévio em uma rua da cidade, por volta das 18h30 no horário local.

Segundo o portal UOL, dois dos estudantes foram socorridos em condições mais estáveis, enquanto um deles apresentava um estado mais grave. Os tiros atingiram dois no peito e um na virilha.

Vítimas foram identificadas

A fonte destaca que as vítimas foram identificadas pela Ramallah Friends School, uma instituição de ensino quacre para palestinos. Os estudantes baleados são Hisham Awartani, aluno da Brown University; Kinnan Abdalhamid, da Haverford College; e Tahseen Ahmed, da Trinity College, todas localizadas nos EUA.

A família dos três universitários classificou o incidente como um "crime de ódio" em comunicado, embora a polícia esteja investigando as motivações. A declaração dos parentes foi divulgada pelo Instituto para o Entendimento do Oriente Médio.

Um diplomata palestino no Reino Unido afirmou que os estudantes foram alvejados por estarem usando um "keffiyeh palestino", um lenço típico. Husam Zomlot destacou que, há seis semanas, uma criança palestina de 6 anos foi vítima de 26 facadas em um crime de ódio em Illinois, nos EUA. Ele enfatizou a necessidade de pôr fim aos crimes de ódio contra os palestinos.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!