Notícias » Ilha de Páscoa

Turista colide e destrói escultura na Ilha de Páscoa

Após o triste episódio, o prefeito do local pediu que o trânsito fosse restrito nas proximidades das famosas estruturas

Nicoli Raveli Publicado em 06/03/2020, às 18h30 - Atualizado em 07/03/2020, às 18h30

O acontecimento, ocorrido no último domingo, 1, atingiu uma das mil estátuas presentes na ilha
O acontecimento, ocorrido no último domingo, 1, atingiu uma das mil estátuas presentes na ilha - Divulgação/ Facebook: Comunidade Ma´u Henua

Recentemente, um motorista colidiu sua caminhonete a uma escultura na Ilha de Páscoa, episódio que causou revolta nos moradores. O prefeito do local, Pedro Edmunds Paoa, pediu que o trânsito fosse restrito nas proximidades das estruturas famosas da ilha.

Ele também considerou o incidente como um dado incalculável. O acontecimento, ocorrido no último domingo, 1, atingiu uma das mil estátuas presentes na ilha, chamadas Moais.

De acordo com o El Mercurio de Valparaíso, jornal chileno, foi aberta uma investigação sobre o ocorrido e o homem foi acusado de danificar um monumento nacional. O prefeito também afirmou que a população da ilha aumentou para 12 mil desde 2012. Em determinadas épocas, a somatória dos moradores e turistas da região somam 24 mil pessoas.

As estátuas chegam a pesar 80 toneladas / Crédito: Getty Images

 

Antes do ocorrido, Pedro já comentava sobre a importância de algumas restrições no tráfego nas proximidades das estátuas. "Eles não nos ouviram e esse é o resultado", afirmou. No momento, ele está preocupado que exista uma improvisação e que isso afete os habitantes do local.