Notícias » Saúde

Um ano após primeiro caso oficial de covid-19, Brasil bate recorde de mortes pelo vírus

O registro é o mais negativo em seis meses

Wallacy Ferrari Publicado em 03/03/2021, às 09h34

Imagem meramente ilustrativa de vírus
Imagem meramente ilustrativa de vírus - Divulgação/Pixabay

Na última terça-feira, 2, o Brasil registrou 1.641 novas mortes em decorrência do novo coronavírus, atingindo o pior número diário durante toda a pandemia, como aponta o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde) com informações estaduais unificadas.

O levantamento é paralelo ao do governo federal e é referência no Congresso Nacional desde junho do ano passado, quando o então presidente de Senado, Davi Alcolumbre, anunciou o abandono da contagem do Ministério da Saúde, como informa o Yahoo.

Até então, o pior dia havia sido 29 de julho de 2020, quando 1.595 mortes foram registradas em 24h. O novo número aumenta o total de mortos para 257.361. Além disso, dados de infecções também foram atualizados; 59.925 novos casos foram registrados, totalizando 10.587.001 confirmações no país.

O Brasil não acompanha a tendência mundial de queda de casos e mortes, sendo alguns dos poucos países que ainda enfrenta um acréscimo acelerado de infectados.

Com isso, a segunda subida, iniciada em novembro, aponta um dado ainda pior; em estimativa da BBC, a média de mortes em apenas dois meses de 2021 já ultrapassa a média do ano de 2020 inteiro.