Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Entretenimento

Vídeo: Quando Monteiro Lobato criticou as obras de Anita Malfatti

Em 1917, quando visitou uma exposição da artista, o criador do 'Sítio do Picapau Amarelo' não teve a melhor das impressões

Redação Publicado em 13/02/2022, às 09h00

Fotografias de Anita Malfatti e Monteiro Lobato - Domínio Público/ Creative Commons/ Wikimedia Commons
Fotografias de Anita Malfatti e Monteiro Lobato - Domínio Público/ Creative Commons/ Wikimedia Commons

Segunda filha de um engenheiro italiano e de uma pintora alemã, Anita Catarina Malfatti nasceu em São Paulo, em 2 de dezembro de 1889. Tendo estudado em escolas católicas e protestantes, aprendeu a arte da pintura com sua mãe.

Em meados de 1910, mudou-se para Berlim, na Alemanha, a fim de aprofundar suas técnicas e logo entrou na Academia de Belas Artes de Berlim. Por lá, aproximou-se do modernismo e conheceu o trabalho de grandes artistas expressionistas.

Já em 1917, após ter estudado na Art Student's League, nos Estados Unidos, Malfatti voltou ao Brasil, apenas para encontrar uma elite pouco íntima do modernismo. No mesmo ano, sua história se cruzou com a do célebre escritor Monteiro Lobato.

Diante da polêmica exposição criada por Anita naquele ano — mesmo que a artista não quisesse causar tamanho estranhamento —, o autor do ‘Sítio do Picapau Amarelo’ redigiu um artigo no jornal O Estado de S. Paulo. No texto, Lobato criticava não apenas os trabalhos de Malfatti, como também o modernismo como um todo.

Confira, abaixo, do novo episódio do Aventuras em 1 minuto sobre o tema!