Notícias » Brasil

Zara se pronuncia após acusação de racismo com código em lojas

A empresa teve o nome envolvido em uma polêmica recentemente, em Fortaleza

Redação Publicado em 21/10/2021, às 12h09

Imagem ilustrativa de uma loja Zara
Imagem ilustrativa de uma loja Zara - Divulgação/Wikimedia Commons/Taken by Terence Ong

Nesta semana, a rede de lojas de roupa Zara Brasil, foi alvo de um inquérito da Polícia Civil do Ceará, que acusa uma das unidades localizada em um shopping de Fortaleza, de usar uma espécie de código racista.

O chamado 'Zara Zerou', conforme revelado pelo portal de notícias UOL, teria sido usado para alertar funcionários sobre a presença de clientes negros ou de pessoas que usavam “vestimentas simples”, com objetivo de monitorar ou até mesmo impedir a permanência de “consumidores indesejados”.

Investigações apontam que a loja mantinha "uma política de atendimento racista, preconceituosa e discriminatória", como revelou o delegado geral da PC-CE, Sérgio Pereira.

Em nota divulgada pelo portal de notícias G1, a empresa se pronunciou sobre as acusações. Segundo a rede, o suposto código nunca existiu e a instituição afirma “rechaçar qualquer forma de racismo” e que “não tolera nenhum tipo de discriminação”.

Abaixo, você confere a nota completa divulgada pela companhia.

"A Zara Brasil, que não teve acesso ao relatório da autoridade policial até sua divulgação nos meios de comunicação, quer manifestar que colaborará com as autoridades para esclarecer que a atuação da loja durante a pandemia Covid-19 se fundamenta na aplicação dos protocolos de proteção à saúde, já que o decreto governamental em vigor estabelece a obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes públicos. Qualquer outra interpretação não somente se afasta da realidade como também não reflete a política da empresa. A Zara Brasil conta com mais de 1800 pessoas de diversas raças e etnias, identidades de gênero, orientação sexual, religião e cultura. Zara é uma empresa que não tolera nenhum tipo de discriminação e para a qual a diversidade, a multiculturalidade e o respeito são valores inerentes e inseparáveis da cultura corporativa. A Zara rechaça qualquer forma de racismo, que deve ser combatido com a máxima seriedade em todos os aspectos."