Matérias » Arqueologia

Colar maia feito com crânios humanos é encontrado em Belize

O acessório pertenceu a um guerreiro que viveu há mais de mil anos

Alana Sousa Publicado em 10/06/2019, às 15h00

None
- Caveira de pedra decorativa dos maias / Reprodução

Foi descoberto em Belize, na América Central, um colar feito com dois crânios que podem nos ajudar a entender um pouco mais a civilização maia. Os ossos eram usados como colares, uma espécie de troféu feito de prisioneiros de guerra, destinados a guerreiros de elite.

A descoberta foi realizada no sítio arqueológico Pacbitun, que guarda vestígios de uma antiga cidade maia. O acessório foi encontrado enterrado junto com um guerreiro que, de acordo com os arqueólogos, morreu há mais de mil anos.

Parte do esqueleto / Crédito: Christophe Helmke

 

Segundo a equipe de pesquisadores, o macabro achado representa pode militar. A cabeça do esqueleto de inimigos derrotados era desfigurado e pintado, para então servir como pingentes.

Alguns buracos na ossada podem indicar o local usado para suspender os ossos ao redor do pescoço do guerreiro proprietário, enquanto outros furos eram utilizados para acrescentar penas e tiras de couro ao acessório.