Matérias » Cinema

O nascimento do cinema: 124 anos da primeira exibição dos irmãos Lumière

Antes de exibirem ao público, ainda em 1895, ocorreu a primeira reprodução de cinema com sucesso

André Nogueira Publicado em 22/03/2019, às 18h00

None
Sul 21

Normalmente o aniversário da sétima arte é associado à data 28 de dezembro de 1895, pois foi o dia no qual os irmãos Auguste e Louis Lumière fizeram a primeira exibição pública em Paris utilizando o cinematógrafo, projetor de múltiplas imagens em continuidade, gerando movimento.

Porém esta não foi a primeira projeção de sucesso dos inventores do cinema. No dia 22 de março de 1895, há exatos 124 anos, os Lumière faziam pela primeira vez na História uma projeção cinematográfica funcional, numa apresentação particular na residência em que os irmãos estudavam a máquina.

Irmãos Lumière / Wikimedia Commons

Anos depois, foi descoberto que antes três anos antes dos Lumière, o inventor Léon Bouly, havia inventado a mesma máquina, mas nunca foi divulgada. Assim, os Lumière patenteiam antes a máquina e se convenciona que eles são os pais do cinema.

A gravação é bastante simples nos termos atuais, a sequência curta, cerca de 1 minuto, de um trem parando numa estação. Mas numa época, em que as pessoas só tinham acesso a imagens estáticas através de fotografias, aquele conteúdo foi recebido com muita dúvida. Conta-se que na primeira sessão pública, no Grand Café, da Boulevard des Capucines parisiense, os espectadores se assustaram tanto com o realismo das imagens que muitos saíram correndo aos gritos para fora da plateia com medo de serem atropelados pelo trem que se aproximava.

A invenção dos irmãos franceses consiste em uma maquina capaz de projetar um feixe de luz que, ao passar num rolo continuo de filme com imagens marcadas que possuem semelhanças entre si. A reprodução rápida dessa continuidade de quadros gera a impressão de movimento. Daí nasce o nome deste novo modo de gerar imagens: kinema, que vem de kinein, termo grego, significa "movimento”.

Take do primeiro filme dos Lumières: Arrivée d’un train em gare à La Ciotat / Reprodução

O cinema fez e ainda faz um grande sucesso no mundo urbano. Bastante característico do período em que foi inventado, época do frenesi de invenções mirabolantes favorecido pelo fervor industrial, o cinematógrafo gerou bastante curiosidade e espanto. Graças a ele, muitos europeus captaram imagens de colônias na África e Ásia (incluindo os Lumière na Índia), que foram muito fortes na criação do imaginário europeu sobre tais lugares no fim do século 19 e início do 20.