Matérias » Personagem

O triste fim de Pamela Courson, viuva de Jim Morrison

Após a morte do integrante da banda The Doors a jovem se afundou nas drogas

Victória Gearini Publicado em 24/05/2020, às 16h20

Pamela Courson e Jim Morrison
Pamela Courson e Jim Morrison - Divulgação / Youtube

Por anos Pamela Courson foi companheira do músico Jim Morrison, integrante da banda The Doors. No entanto, o romance não teve um final feliz, pois a jovem o encontrou morto na banheira de um apartamento em Paris em 1971, o que levou a ruína da viúva.

Courson nasceu no dia 22 de dezembro de 1946, em Weed, na Califórnia. Filha de Columbus Courson, comandante da Reserva Naval dos EUA, com a dona de casa Pearl Courson. Pamela Courson tinha, ainda, dois irmãos e era apaixonada pela arte, motivo pelo o qual ingressou no Los Angeles City College. 

De paixão avassaladora a relacionamento conturbado 

Segundo a autobiografia Light My Fire: My Life with The Doors, lançada em 1998, pelo tecladista Ray Manzarek, Courson e um amigo conheceram a banda The Doors, durante uma apresentação na boate London Fog on the Sunset Strip, em 1965. Morrison e Courson teriam se apaixonado imediatamente. 

Pamela Courson, viuva de Jim Morrison / Crédito: Wikimedia Commons

 

Em 1969, Morrison comprou uma boutique de moda para Courson, chamada Themis, que foi operada pela jovem até 1971. Embora parecessem um casal comum, escondiam uma relação conturbada, regrada de traições e abusos de ambas partes. 

Segundo as autoridades, Courson afirmou ter encontrado o corpo de Morrison na banheira do apartamento deles em Paris, no dia 3 de julho de 1971. De acordo com o relatório divulgado pelo médico legista, o músico teria morrido em decorrência de uma insuficiência cardíaca, no entanto, a causa nunca foi comprovada, pois não chegaram a realizar nenhuma autópsia no cadáver. 

Courson, por sua vez, herdou todo a fortuna do amado, embora o testamento afirmasse que Morrison era uma pessoa solteira. A trágica morte do músico abalou tanto a viúva, que foi o começo de seu fim.  

Trágica morte de Pamela Courson

Após a morte de Morrison, Courson voltou para os Estados Unidos. Segundo o gerente da banda The Doors, Danny Sugerman, a viúva e ele se tornaram grandes amigos. Em sua obra Wonderland Avenue ele afirmou, ainda, que a jovem era viciada em drogas. 

Jim Morrison, integrante da banda The Doors / Crédito: Wikimedia Commons

 

No dia 25 de abril de 1974, Courson foi encontrada morta pelos amigos no sofá de sua casa localizada em Los Angeles. Segundo a perícia, a jovem morreu devido a uma overdose de heroína, quatro anos após a morte de Morrison. 

Seus restos mortais foram cremados no mausoléu de Fairhaven Memorial Park, na Califórnia. Em sua homenagem, amigos e fãs escreveram em sua placa Pamela Susan Morrison 1946-1974, embora o sobrenome do amado nunca tenha sido, de fato, parte legal de seu nome. Com a morte de Courson, a herança do músico foi dividida, entre ambas famílias, em 1979.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

The Lords and the New Creatures (Edição Inglês), de Jim Morrison (1971) - https://amzn.to/2Tq9bfN 

Riders on the Storm: My Life with Jim Morrison and the Doors (Edição Inglês), de Jim Morrison (1991) - https://amzn.to/2TwqnQL

The American Night: The Writings of Jim Morrison: 2 (Edição Inglês), de Jim Morrison (1991) - https://amzn.to/2ZoM0Gu

Jim Morrison, de Alberto Marsicano (2005) - https://amzn.to/2TrOvUA

An American Prayer [Disco de Vinil] - https://amzn.to/2TynLSx

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W