Curiosidades » Arqueologia

De prédios com vários andares a banheiros fechados: as ruínas pré-históricas de Akrotiri

A descoberta desta antiga cidade grega é considerada um dos maiores achados do século 20

Victória Gearini Publicado em 23/07/2020, às 07h31

Sítio arqueológico de Akrotiri
Sítio arqueológico de Akrotiri - Divulgação / Norbert Nagel

Localizadas nas extremidades de Santorini, na Grécia, as ruínas pré-históricas da cidade de Akrotiri são consideradas um dos assentamentos mais sofisticados da Idade do Bronze. Antes do local ser atingido por uma erupção vulcânica, a população que ali residia fez a região prosperar por séculos. 

A cidade de Akrotiri

Durante a metade do segundo milênio a.C., a cidade de Akrotiri foi praticamente destruída após uma grande erupção vulcânica ocasionada pelo vulcão Thera. Acredita-se que a matéria emitida pelo fenômeno natural cobriu toda a ilha de Santorini, incluindo a própria cidade. No entanto, antes da catástrofe, estima-se que os habitantes da região conseguiram fugir a tempo. 

Vista do sítio arqueológico de Akrotiri / Crédito: Divulgação / Norbert Nagel

 

Durante as pesquisas, os arqueólogos não encontraram nenhum corpo humano em Akrotiri, apenas um objeto de ouro. Tal fato sugere que os povos que viviam ali fizeram uma evacuação antes que a erupção atingisse toda a cidade. Em decorrência da pressa, os minóicos não tiveram tempo de levar consigo objetos de grande valor. 

Objeto de ouro encontrado na ruínas de Akrotiri / Crédito: Divulgação / Leonardo G.

 

Esta civilização grega floresceu entre 3600 a.C. a 1400 a.C., contudo, com a erupção do vulcão Thera, foi decretado o seu fim. Antes da catástrofe assolar a cidade de Akrotiri, o local foi considerado um dos principais portos e centros urbanos do Egeu. Altamente sofisticada para a época, a cidade abrigava prédios com vários andares. Além disso, possuía um sistema de drenagem avançado, sendo um dos primeiros lugares a utilizar banheiros fechados. 

Importância histórica 

Considerada uma das maiores descoberta do século 20, acredita-se que a cidade de Akrotiri tenha servido de inspiração para Platão ao referir-se a Atlântida. Em seu escritos, o filósofo descreveu uma ilha que subitamente foi destruída: “Ocorreram terremotos e inundações violentas; e em um único dia e noite de desgraça, todos os seus homens bélicos afundaram na terra", escreveu Platão.

Arte encontrada em Akrotiri / Crédito: Divulgação / Dirk Herdemerten

 

Como Akrotiri trata-se de um nome atual, não se sabe como os habitantes originais se referiam a cidade, levantando a hipótese de ser Atlântida. Por anos, este sítio arqueológico permaneceu fechado para reparos na estrutura, e atualmente está aberto ao público, com restrição apenas para pessoas asmáticas por conta da areia.


+Saiba mais sobre arqueologia por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Arqueologia, de Pedro Paulo Funari (2003) - https://amzn.to/36N44tI

Uma breve história da arqueologia, de Brian Fagan (2019) - https://amzn.to/2GHGaWg

Descobrindo a arqueologia: o que os mortos podem nos contar sobre a vida?, de Alecsandra Fernandes (2014) - https://amzn.to/36QkWjD

Manual de Arqueologia Pré-histórica, de Nuno Ferreira Bicho (2011) - https://amzn.to/2S58oPL

História do Pensamento Arqueológico, de Bruce G. Trigger (2011) - https://amzn.to/34tKEeb

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W