Curiosidades » Personagem

Do casamento abusivo as perseguições: 5 confissões da Senhora Escobar

Victoria Eugenia Henao revelou em sua autobiografia detalhes sobre a vida com o lendário narcotraficante Pablo Escobar

Alana Sousa Publicado em 29/09/2020, às 17h30

Pablo Escobar e sua esposa, Victoria Eugenia Henao
Pablo Escobar e sua esposa, Victoria Eugenia Henao - Wikimedia Commons

Assim como a vida criminosa de Pablo Escobar foi repleta de mistérios e polêmicas, sua vida pessoal também seguiu pelo mesmo rumo. Principalmente quando se trata de seu casamento com Victoria Eugenia Henao, com quem permaneceu junto por 17 anos, desde antes de seus primeiros crimes até o auge do Cartel em Medelín. Henao ficou ao lado do narcotraficante até sua morte em 1993.

Anos depois, através de sua biografia, revelou algumas controvérsias, até então, desconhecidas. Confira cinco delas abaixo.

1. Amor à primeira vista

Na biografia de 2019, intitulada Sra. Escobar: Minha vida com Pablo, Henao conta que eles começaram o romance ainda jovens, com apenas 12 anos. Desde o início a relação se mostrou abusiva, pois, segundo ela, o homem a forçou a ter relações sexuais, e do estupro Eugenia ficou grávida.

"'Como você conseguia dormir com aquele monstro?', perguntou-me uma das vítimas de meu marido, Pablo Escobar. 'Você era cúmplice ou vítima?', 'Por que não fez nada?', 'Por que não o deixou?', 'Por que não o denunciou?' Essas perguntas são, provavelmente, as mesmas que milhares de pessoas se fazem sobre mim. A resposta é porque eu o amava e, embora para muitos isso seja insuficiente, a verdade é que essa foi a razão pela qual fiquei ao seu lado até o último dia de sua vida, apesar de uma infinidade de vezes não concordar com suas ações e suas decisões”, confessou em trecho de seu livro.


2. Aborto forçado e críticas dos familiares

Pablo, insatisfeito com a gravidez inesperada, levou Victoria, contra sua vontade, para uma clínica clandestina de aborto. A mulher, hoje com 59 anos, ainda lamenta o ocorrido. Afirmando que esse é um trauma que ela carrega e um dos primeiros indícios de uma vida matrimonial cheia de abusos da parte de El Patrón.

A família Escobar/Crédito: Wikimedia Commons

 

Mesmo após o episódio, Henao aceitou a proposta de Pablo e se casou com ele, em 1976, quando tinha 15 anos de idade, e o parceiro, 17. A família dela sempre se mostrou contra a união, mas Eugenia, apaixonada, ignorou e foi morar com o novo marido.


3. Casamento trágico

Já dividindo o mesmo teto, o casamento não era uma prioridade para Pablo, que começava a dar os primeiros passos em seus negócios ilegais, que viriam a se tornar um império milionário. Em seu livro Eugenia conta que quando estava prestes a dar a luz a seu primeiro filho, precisou ir caminhando a pé até o hospital.

Escobar não compareceu ao nascimento de seu primogênito, Juan Pablo. O casamento ainda rendeu outro fruto, sete anos depois; desta vez uma menina, que eles batizaram de Manuela. Apesar de parecerem uma família feliz, na intimidade Victoria passava a maioria das noites sozinha com os filhos, pois, o marido criminoso se mostrava cada vez mais ausente.


4. Traições

Eugenia Henao confessa que sabia que o companheiro tinha outras amantes, mas decidiu perdoá-lo, pois sentia muito amor por ele. Entre as mais famosas, está a jornalista colombiana Virginia Vallejo, que manteve um relacionamento extraconjugal com Escobar por anos, e ainda lançou um livro de memórias, chamado Amando Pablo, odiando Escobar.

Montagem de Pablo Escobar e Virginia Vallejo / Crédito: Wikimedia Commons

 

“Lembro que costumava chorar a noite toda, esperando o amanhecer chegar. Decidi não segui-lo, rastrear seus telefonemas ou checar suas camisas com batom. Quem procura deve encontrar - e eu preferi não encontrar nada”.


5. Morte de Escobar e fuga da Colômbia

Victoria Eugenia Henao ficou ao lado do marido até dias antes de sua morte. Certo dia, Pablo falou para a mulher que ela e as crianças precisavam ir para um local seguro e que ele não iria acompanha-los. 75 dias depois, ela soube do assassinato de Escobar, o que para ela foi um dos momentos mais tristes de sua saga. “Estava extremamente magoada por eu ter que deixar o pai dos meus filhos para salvá-los. Essa foi a coisa mais difícil que já tive que fazer, deixando o amor da minha vida quando o mundo estava caindo sobre ele”.

Mesmo com os abusos e traições, para Eugenia a pior parte do relacionamento foi quando precisou fugir, pois, todos os crimes do parceiro haviam sido revelados para o mundo. Buscaram exílio, então, em outro país, até que fosse possível aparecerem novamente. Hoje com as identidades trocadas, ela mora na Argentina com os filhos, e tenta deixar esse capítulo no passado.


+Saiba mais sobre a história através das obras abaixo disponíveis na Amazon:

Sra. Escobar: Minha vida com Pablo, Victoria Eugenia Henao (2019) - https://amzn.to/3dlc75A

Minha Vida com Pablo Escobar, Jhon Jairo Velásquez e Maritza Neila Wills Fontecha (2017) - https://amzn.to/2tgBgvK

Pablo Escobar: meu pai, Juan Pablo Escobar (2015) - https://amzn.to/2QeEaKk

Pablo Escobar: O Narcotraficante: A história por trás do homem que matou mais de 5 mil pessoas (Mentes Criminosas Livro 1)https://amzn.to/36bejsA

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du