Curiosidades » Personagem

Abortos, sequestro e fogueira de dinheiro: 5 revelações chocantes sobre Pablo Escobar

O traficante foi uma das figuras mais polêmicas do século 20, e conta com histórias bizarras — hoje replicadas pelos que sobreviveram a fúria do El Patrón

Caio Tortamano Publicado em 29/08/2020, às 09h00

Fotografia de Pablo Escobar
Fotografia de Pablo Escobar - Wikimedia Commons

Pablo Emilio Escobar Gaviria, o maior traficante de todos os tempos acumulou histórias absurdas durante a vida originando até a série Narcos, da Netflix. Todavia, muito do que se sabe hoje em dia sobre sua saga de crimes foi revelado por parentes e pessoas próximas ao rei da cocaína.

Conheça 5 revelações chocantes dadas por pessoas próximas a El Patrón. 

1. Fogueira de dinheiro

Considerado uma das pessoas mais ricas do mundo ao final dos anos 80 pela revista Forbes, com fortuna estimada em três bilhões de dólares, grande parte veio carregada por um problema gigantesco: ele não tinha com o que gastar tanto dinheiro ganho diariamente.

O filho de Pablo, Juan Pablo, conta que enquanto eram procurados pela polícia colombiana e americana, Escobar e sua família se esconderam em uma cabana nas montanhas. O esconderijo, para não chamar atenção, era bastante simples, então não protegia tanto a família do frio, com isso, o traficante queimou cerca de dois milhões de dólares como combustível para a lareira que os aqueceria.


2. Sequestro do Michael Jackson

Outra confissão dada por Juan, em 2017, foi a respeito de certo pedido que fez ao pai, enquanto ainda controlava a situação ao seu redor, e a família morava na luxuosa Hacienda Nápoles. Queixando-se de somente receber os mesmos artistas para tocar nas festas, os dois entraram em acordo e concordaram que, se pudessem trazer qualquer artista no mundo todo, o escolhido seria Michael Jackson.

Então, Escobar teve a ideia de arquitetar um sequestro após a apresentação, sob o pretexto de uma apresentação na propriedade do colombiano, que tinha espaço de sobra para o show particular.

Depois disso, no entanto, os capangas de Pablo iriam somente soltar Jackson se ele pagasse a quantia de 60 milhões de dólares. O plano não deu certo porque coincidiu com o confisco da enorme propriedade pelas autoridades nacionais.


3. Aborto da mulher

Victoria Eugenia Henao foi a esposa de Pablo Escobar durante boa parte da vida, para ser mais preciso, desde os 12 anos de idade, quando começaram a ter relações sexuais forçadas com a menina, enquanto ele tinha 24. A jovem, entretanto, acabou engravidando, e Pablo, furioso, obrigou que sua futura mulher abortasse. O sofrimento de Victoria foi revelado na obra Sra. Escobar: Minha Vida com Pablo (2019).

Pablo Escobar e família / Crédito: Wikimedia Commons

 

Esse não foi o único aborto que forçou uma mulher durante sua vida. Conhecido pelas inúmeras amantes, Escobar engravidou uma modelo que, ao se recusar interromper a gravidez, foi colocada a força por capangas em uma maca cirúrgica e sedada para a cirurgia.

Mais tarde, Wendy Chavarriaga Gil, a mulher que teve foi obrigada a abortar, se voltou contra Escobar e passou a ser informante da polícia, mas teve seu destino selado por conta de um triângulo amoroso, e foi assassinada.


4. Joias e ameaças

Uma das amantes mais notórias de Escobar foi a jornalista Virginia Vallejo García. Ela escreveu um livro sobre as experiências que teve com o traficante, em uma obra intitulada Amando Pablo, Odiando Escobar (2017). Em primeiro momento, ela não se interessou pelo senhor do tráfico, mas, com o tempo os galanteios do colombiano se tornaram irresistíveis.

A jornalista Virginia Vallejo García / Crédito: Phi2012/Wikimedia Commons

 

Ela recebia muito dinheiro do homem, e era sua acompanhante em diversas viagens que fazia pelo mundo. Certa vez, foi presenteada com um relógio cravejado de diamantes da marca Cartier, uma raridade. Porém, isso não a tornou imune de um final conturbado do relacionamento, em que era constantemente ameaçada pelo colombiano quando cogitava deixar a relação.


5. Turista americano

Uma das fotos mais icônicas de Pablo Escobar diz respeito dele e o filho, Juan, posando na frente da Casa Branca despreocupados, como verdadeiros turistas. Em 1981, Escobar já era um dos maiores produtores e distribuidores de cocaína no planeta, e esse ano foi o qual Ronald Reagan foi eleito para formalizar a guerra às drogas, mas nem por isso o traficante deixava de passar tranquilamente pela alfândega dos aeroportos americanos, como revela o filho do bilionário no livro Pablo Escobar - Meu Pai: As Histórias que Não Deveríamos Saber.

Pablo Escobar posa despreocupado ao lado de seu filho na Casa Branca / Crédito: Divulgação

 

Como se não bastasse, depois de posar na frente do símbolo máximo da política americana — que no momento era antidrogas —, Pablo, Juan e Victoria simplesmente foram visitar o prédio do FBI. Mais cauteloso, apresentou um passaporte falso na portaria do edifício, enquanto seu filho e esposa utilizaram seus verdadeiros.


+Saiba mais sobre Pablo Escobar por meio de grandes obras abaixo disponíveis na Amazon:

Sra. Escobar: Minha vida com Pablo, Victoria Eugenia Henao (2019) - https://amzn.to/3dlc75A

Amando Pablo, odiando Escobar, de Virginia Vallejo (2017) - https://amzn.to/37VEWlK

Minha Vida com Pablo Escobar, Jhon Jairo Velásquez e Maritza Neila Wills Fontecha (2017) - https://amzn.to/2tgBgvK

Pablo Escobar: meu pai, Juan Pablo Escobar (2015) - https://amzn.to/2QeEaKk

Pablo Escobar: O Narcotraficante: A história por trás do homem que matou mais de 5 mil pessoas (Mentes Criminosas Livro 1) - https://amzn.to/36bejsA

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W