Curiosidades » Reino Unido

Há 473 anos, morria Henrique VIII, considerado o pior monarca da Inglaterra

Entrando para a História como um cruel rei que dividiu um país levando a confrontos e mortes durante séculos, Henrique morreu pesando 200 quilos

Isabela Barreiros Publicado em 28/01/2020, às 08h00

Henrique VIII
Henrique VIII - Wikimedia Commons

No ano de 2015, Henrique VIII foi considerado o pior monarca da História inglesa pela Associação dos Escritores Históricos do Reino Unido. Ele é lembrado como um tirano que dividiu religiosamente o país levando a confrontos e mortes por séculos, baseado em uma razão fútil: sua escandalosa vida de alcova. 

Ele foi o segundo monarca inglês da Casa de Tudor, governando de 1509 até a sua morte, em 1547, há 473 anos, com sérios problemas de saúde. Acredita-se que a obesidade tenha sido uma das principais causas de sua morte. O monarca faleceu aos seus 56 anos.

Mesmo tendo se prevenido de epidemias como a praga e a doença do suor, ao longo dos anos, Henrique foi desenvolvendo outros tipos de problema, como a obesidade. Quando alcançou a meia idade, suas medidas dobraram de tamanho. E ao morrer, em 1547, estava pesando 200 quilos.

Crédito: Wikimedia Commons

 

Ele também não conseguia se locomover ou ficar em pé naturalmente: apenas por meio de intervenções mecânicas era possível que o monarca se movimentasse.

Além disso, ele também estava coberto por furúnculos cheios de pus e acredita-se que Henrique sofresse com a condição de gota, uma doença que causava frequentemente crises de artrite inflamatória na pele.

Uma teoria moderna ainda afirmou que ele supostamente também teria contraído sífilis. No entanto, são muitos os historiadores que negam essa possibilidade. O pesquisador William J. Hays, em seu livro The Burdens of Disease: Epidemics and Human Response in Western History, contestou a hipótese, estando entre vários outros que também refutaram tal suspeita.

Crédito: Wikimedia Commons

 

Atualmente, são muitas as pesquisas em torno da saúde do monarca inglês, mas nenhuma delas é conclusiva. Existem suposições de diabetes, lesão cerebral traumática e deficiência no hormônio de crescimento, por exemplo.

Depois da morte do herdeiro da Casa de Tudor, seu único filho homem foi apresentado como rei Eduardo V. No entanto, ele tinha apenas nove anos, não sendo possível que ele exercesse o poder devido a pouca idade. O testamento de Henrique levava o nome de 16 pessoas que poderiam exercer o poder caso ele falecesse, e assim foi, sendo estes os membros de um conselho geral que atuou até Eduardo completar 18 anos.

Henrique VIII entrou para a História como um cruel monarca que dividiu um país levando a confrontos e mortes durante séculos, assassinando suas esposas, fragmentando religiões e deixando um legado de impiedosas decisões políticas.


+ Saiba mais sobre os Tudors por meio das obras a seguir:

História Viva. Tudors. A Verdadeira História de Uma Dinastia Gloriosa,  de Jane Bingham - https://amzn.to/36eyOVB

The Hidden Lives of Tudor Women – A Social History, de Elizabeth Norton - https://amzn.to/31V6tjG

As seis mulheres de Henrique VIII, de Antonia Fraser - https://amzn.to/2Woaz2y

Henrique VIII, de William Shakespeare - https://amzn.to/2C4wCCp

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.