Curiosidades » Cultura

Descubra a curiosa origem da expressão "Maria vai com as outras"

Afinal de contas, quem foi a primeira sonsa?

Ernani Fagundes Publicado em 10/07/2020, às 09h00

Maria I, a Louca em pintura oficial
Maria I, a Louca em pintura oficial - Wikimedia Commons

Quando você chama alguém de “Maria vai com as outras” está dizendo que a pessoa não tem opinião própria e, por isso, segue a vontade de outros. Mas, afinal de contas, quem foi essa primeira pessoa?

De acordo com o pesquisador Brasil Gerson, autor de História das Ruas do Rio, a expressão tem origem no início do século 19, com a vinda da família real portuguesa para o Rio de Janeiro. A mãe do rei João VI, a rainha Maria I, costumava passear às margens do rio Carioca, no antigo bairro de Águas Férreas.

Acontece que Maria I era conhecida por sua insanidade mental (manifestada após a morte do filho e da Revolução Francesa), tanto que era tratada como “A Louca”. Como ela ia passear levada pelas mãos de suas damas de companhia, o povo dizia: “Maria vai com as outras”.