Curiosidades » Ucrânia

O casal que desistiu da lua de mel para se voluntariar na guerra

Os ucranianos formalizaram a união às pressas para serem convocados de maneira voluntária a fim de defender seu país

Redação Publicado em 26/02/2022, às 07h50 - Atualizado em 06/03/2022, às 08h00

Yaryna Arieva e Sviatoslav Fursin, casal de ucranianos
Yaryna Arieva e Sviatoslav Fursin, casal de ucranianos - Divulgação/ Yaryna Arieva

Um casal de ucranianos decidiu adiantar o casamento ao formalizar sua união às pressas em Kiev na tarde de 24 de fevereiro, com o intuito de poder se voluntariar para defender o país após a Rússia anunciar uma operação militar e atacar a Ucrânia.

Yaryna Arieva, de 21 anos, e Sviatoslav Fursin, de 24, estavam planejando se casar apenas no mês de maio, enquanto acontecia a primavera europeia, mas, com a invasão russa à sua nação, decidiram ajudar a Ucrânia no conflito.

Como relatou a CNN Internacional, os dois tiveram uma cerimônia rápida no Mosteiro de St. Michael, retornaram para casa e, em vez de terem uma lua de mel, foram até uma das sedes da Forças de Defesa Territorial, onde poderiam ser recrutados como voluntários.

Com dois rifles, foram guiados até o um escritório do partido político ao qual possuem filiação, European Solidarity (Solidariedade Europeia, em tradução livre), que possui orientação de centro-direita.

Há alguns locais nos quais você pode coletar as armas e proteger seu país após assinar alguns papéis", afirmou Yaryna Arieva ao jornal.

Segundo ela, civis sem experiência com armas podem fazer o mesmo que eles em decorrência do atual contexto de caos na Ucrânia.