Notícias » Arqueologia

800 moedas de prata bem conservadas do século 13 são descobertas na República Tcheca

Acredita-se que todas elas tenham sido cunhadas no mesmo local, contendo a imagem de um rei e quatro peixes em círculo

Isabela Barreiros Publicado em 16/09/2020, às 14h49

Moedas encontradas na vila de Sepekov, República Tcheca
Moedas encontradas na vila de Sepekov, República Tcheca - Divulgação/ČTK/Václav Pancer

Ao acaso, um homem encontrou algumas moedas enquanto passava por um terreno próximo à vila de Sepekov, na República Tcheca. Pensando que talvez o achado fosse importante, comunicou a arqueólogos Museu Prácheň, em Písek, que realizaram, então, escavações na região.

O resultado disso foi impressionante: os pesquisadores acharam muitas outras moedas, que totalizaram 800 itens descobertos. Mais impressionante que isso é o fato de que a maioria delas estava em um excelente estado de conservação, embora fossem muito antigas. 

Crédito: Divulgação/ČTK/Václav Pancer

 

Acredita-se que todos esses objetos tenham sido cunhados juntos, por terem características muito similares, durante o período do reinado de Přemysl Otakar II, na segunda metade do século 13. Chamadas de bracteates, as moedas continham a representação de um rei e de quatro peixes formando, juntos, um círculo.

“Ao contrário das moedas que os precederam e das que vieram nos anos seguintes, os bracteates são unilaterais. Eles são muito grandes e muito finos e contêm uma grande quantidade de prata. As bracteates que encontramos carregam a imagem de um rei, provavelmente Přemysl Otakar II, e quatro peixes em um círculo”, explicou o arqueólogo Tomáš Hiltscher, envolvido na descoberta.

Crédito: Divulgação/ČTK/Václav Pancer

 

No entanto, ainda não se sabe o motivo pelo qual os itens foram enterrados e provavelmente abandonados no campo. Segundo o pesquisador, “no século 13, essas moedas começaram a entrar em circulação regular. Eles não eram mais um privilégio da nobreza, então poderiam ter pertencido a algum fazendeiro mais rico”. 

A descoberta revelou-se como uma das mais importantes já feitas na República Tcheca. “É um achado verdadeiramente único. Todos os depósitos de moedas da Idade Média são únicos e, tanto quanto eu sei, uma quantidade tão grande de bracteates nunca foi descoberta na área”, concluiu Hiltscher.