Notícias » Entretenimento

Anna Sorokin revela se atriz conseguiu imitar seu sotaque em série da Netflix

A golpista russa comentou o que achou do sotaque de Julia Garner em ‘Inventando Anna’

Isabela Barreiros Publicado em 03/03/2022, às 08h04 - Atualizado às 09h21

Julia Garner como Anna em 'Inventando Anna' (2022)
Julia Garner como Anna em 'Inventando Anna' (2022) - Divulgação/Youtube/Netflix

A série da Netflix “Inventando Anna” (2022) vem chamando a atenção do público pela história chocante mas também por um detalhe curioso: o sotaque que a atriz Julia Garner teve que desenvolver para interpretar a golpista russa Anna Sorokin.

A produção de Shonda Rhimes é inspirada na história real da jovem que enganou a alta sociedade de Nova York ao fingir ser uma herdeira alemã milionária com o objetivo de aproveitar uma vida luxuosa bancada pelos outros até ser pega e presa.

Nascida na Rússia, a verdadeira Anna Sorokin ficou conhecida pelo nome falso Anna Delvey e cresceu na Alemanha, tendo vivido na França, na Inglaterra e nos Estados Unidos. Por isso, ela tem um sotaque único, que inclui todos esses idiomas e uma série de maneirismos.

Recentemente, a golpista falou em entrevista ao New York Times sobre o que achou do sotaque que Garner desenvolveu para a produção da Netflix, o qual precisou de um preparo intenso.

"É realmente difícil dizer de onde ela seria. Ela acertou de certa forma”, opinou Anna Sorokin.

Ao The Playlist, a atriz explicou que o sotaque foi um de seus maiores desafios. "Foi o sotaque mais difícil feito por mim. Havia material limitado dela, mas apenas para o público. Eu tinha horas de vídeos. Apenas recentemente Anna começou a fazer aparições públicas falando”, contou.

Ela continuou: “Ela foi a maior inspiração, não inventei sozinha, apenas espelhei. É como ela realmente fala [...] É uma combinação de diferentes sotaques, um dentro do outro. É engraçado”.

O processo também foi bastante complexo, conforme detalhou Julia ao Tudum: "Primeiro, tive que aprender um sotaque alemão. O alemão se parece muito com uma fritura vocal no final de tudo. Então, tive que incorporar o russo. Russo, qualquer coisa que seja um som 'oool' sai muito sutilmente."