Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Ayrton Senna

Após 30 anos, relógio que Senna usou antes do acidente é devolvido

Um ex-gerente de marketing da TAG Heuer, e amigo de Senna, foi o responsável pela devolução do relógio que o piloto usou na semana do acidente fatal

Redação Publicado em 29/01/2024, às 19h52

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ayrton Senna (esq.) e um dos relógios produzidos pela TAG Heuer em sua homenagem (dir.) - Getty Images e Divulgação/TAG Heuer
Ayrton Senna (esq.) e um dos relógios produzidos pela TAG Heuer em sua homenagem (dir.) - Getty Images e Divulgação/TAG Heuer

Na semana passada, um relógio usado por Ayrton Senna na semana de seu falecimento foi devolvido ao fabricante, após 30 anos.Mike Vogt, que atuou como gerente de marketing da TAG Heuer, era amigo do piloto e foi o responsável por entregar o relógio à sede da empresa, localizada na Suíça. 

O relógio foi criado em parceria com Senna, pouco antes do trágico acidente que tirou sua vida no Grande Prêmio de San Marino em 1994. O tricampeão mundial de Fórmula 1 usou o acessório durante o final de semana da corrida, mas o entregou a Vogt antes do acidente fatal.

Conforme repercutido pelo jornal O Globo, Vogt explicou que manteve o relógio em um cofre nos últimos 30 anos, pois, para ele, era “desrespeitoso” usá-lo. A única vez em que o colocou no pulso foi momentos antes de devolvê-lo à TAG Heuer.

Após a devolução, que demorou dois anos, o relógio fará parte do acervo de uma exposição sobre o piloto, que também conta com capacetes de corrida e outros relógios produzidos pela TAG Heuer em colaboração com Senna

Parceria

Em sua juventude, Vogt era fã da Fórmula 1 e conheceu Senna enquanto trabalhava para a marca que na época patrocinava a McLaren, então equipe do piloto. Em 1994, Senna foi contratado pela Williams, mas mesmo com a nova casa, a marca de relógios planejava manter a parceria, algo financeiramente vantajoso para Ayrton.

Em colaboração, eles criaram o slogan “levado à perfeição” e desenvolveram um mostrador que apresentava um “S de Senna vermelho”, complementado pelo “tipo preferido de pulseira de couro” do piloto, conforme relatado pelo antigo gerente de marketing.

Senna recebeu o protótipo e utilizou durante o fim de semana do acidente no Grande Prêmio de San Marino. Segundo Vogt, o piloto o presenteou com o relógio após ouvir que ele pretendia compara um “imediatamente”.

Após a morte de Senna, Vogt sentiu um compromisso “de tornar o relógio um sucesso”. Assim, a marca vendeu mil unidades e decidiu doar parte dos lucros para o Instituto Ayrton Senna, criado pela irmã do piloto, Viviane. Desde então, a TAG Heuer lançou cerca de dez edições em homenagem a Senna

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!