Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Tasmânia

Após 50 anos, navio naufragado em 1973 é descoberto na Tasmânia

A embarcação desapareceu com 10 tripulantes a bordo e cargas de fertilizantes e cerveja

Isabelly de Lima, sob supervisão de Wallacy Ferrari Publicado em 01/06/2023, às 14h45 - Atualizado em 03/06/2023, às 21h23

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem da câmera subaquática exibindo a proa do naufrágio - Divulgação / CSIRO
Imagem da câmera subaquática exibindo a proa do naufrágio - Divulgação / CSIRO

Pesquisadores a bordo de um navio de pesquisa conseguiram desvendar um mistério de 50 anos ao localizar o naufrágio do M.V. Blythe Star, ocorrido na década de 1970. O anúncio da descoberta foi feito em 15 de maio pelo Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation (CSIRO), órgão de pesquisa científica da Austrália.

Durante uma expedição de pesquisa realizada em 12 de abril, a bordo do navio RV Investigator, na costa oeste da Tasmânia, os cientistas estavam principalmente estudando um grande deslizamento submarino na plataforma continental da região. No entanto, eles aproveitaram a oportunidade para investigar um naufrágio não identificado.

Utilizando sondas para mapear o navio afundado (uma operação conhecida como batimetria), os pesquisadores realizaram uma inspeção visual do naufrágio usando duas câmeras subaquáticas. O mapeamento revelou o navio a uma profundidade de aproximadamente 150 metros, em um estado de preservação intacta e com as mesmas dimensões do M.V. Blythe Star.

A equipe direcionou as câmeras subaquáticas para a popa e a proa do navio, em busca de características que confirmassem sua identidade. Após comparar as imagens obtidas com fotos históricas, a inspeção visual confirmou que se tratava do naufrágio do M.V. Blythe Star, sendo possível identificar a palavra "Star" na proa.

O naufrágio

O M.V. Blythe Star, um cargueiro costeiro de 44 metros, partiu de Hobart, na Austrália, com destino à ilha de King Island, na Tasmânia, em 12 de outubro de 1973. A bordo estavam 10 tripulantes e uma carga de cerveja e fertilizantes. Dias se passaram e o navio desapareceu misteriosamente, desencadeando uma das maiores operações de busca marítima já realizadas na Austrália, até então.

O navio MV Blythe Star que afundou em 1973 - Crédito: Queen Victoria Museum via AUCHD

Após sete dias de busca sem resultados, as operações de resgate foram encerradas. Posteriormente, descobriu-se que o MV Blythe Star havia naufragado na manhã de sábado, 13 de outubro de 1973, na costa sudoeste da Tasmânia. Todos os 10 tripulantes conseguiram escapar em um bote salva-vidas inflável.

Segundo a Galileu, a tripulação ficou à deriva nas correntes oceânicas e, finalmente, chegou a uma pequena praia aos pés de penhascos íngremes na Península Forestier. Infelizmente, três tripulantes faleceram antes de conseguirem obter ajuda.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!