Notícias » Britney Spears

Após fim de tutela, Britney Spears escreve livro: 'Eu era sempre menosprezada'

Na obra pessoal, a cantora promete falar sobre assuntos que ‘nunca foi capaz de expressar’

Penélope Coelho Publicado em 05/04/2022, às 10h31

Britney Spears, em 2018
Britney Spears, em 2018 - Getty Images

Através das redes sociais, a cantora Britney Spears, de 40 anos de idade, confirmou que está escrevendo um livro de memórias. Segundo a artista pop, a obra pessoal irá revelar momentos de sua vida, que ela "nunca foi capaz de expressar abertamente”.

Na publicação em seu Instagram — que foi posteriormente apagada — Britney afirmou que o processo está sendo “terapêutico”. As informações foram publicadas na última segunda-feira, 4, pela BBC.

“Eu nunca pude me expressar livremente [...] Nunca senti que me escutavam. Eu estava gritando por dentro e não importa o que eu dissesse eu era sempre menosprezada [...] Eu vejo agora o que a ganância e a inveja de homens e o dano de pessoas de poder pode fazer [...] E eu estou aqui para lembrar as pessoas do que não fazer, assim como minha família fez comigo, para podermos ser melhores pessoas para a próxima geração”, escreveu.

No texto, a cantora de hits como ‘Baby One More Time’ e ‘ Oops!...I Did It Again’ se referia à tutela na qual foi submetida desde 2008, após problemas com sua saúde mental.

Desse período até novembro de 2021 — quando a justiça anulou a tutela — o pai de Britney, Jamie Spears, tinha pleno poder sobre as decisões pessoais e profissionais da artista.