Notícias » Brasil

Após levar cachorro ao pet shop, dona recebe notícia de que o animal morreu: ‘Eles devolveram meu filho morto’

O caso aconteceu em Brasília e está sendo investigado pela Polícia Civil

Redação Publicado em 17/09/2021, às 07h48

Fotografia do cão Flock
Fotografia do cão Flock - Divulgação/G1/Arquivo Pessoal

Na última quinta-feira, 15, um pet shop localizado na Asa Norte, em Brasília, se tornou palco para um caso que está sendo investigado pela Polícia Civil.

De acordo com uma reportagem publicada ontem, 16, pelo G1, na ocasião, a empresária Larissa Marques levou seu cachorro Flock, da raça Lulu da Pomerânia, até o estabelecimento para um banho e tosa. Após duas horas, a mulher foi informada pelos funcionários que o cão teria passado mal durante a secagem.

Em nota, a Clínica Veterinária Personal Dog informou que o animal “desmaiou” e que "recebeu todos os procedimentos de primeiros socorros aplicáveis, incluindo técnicas de reanimação cardiorrespiratória", entretanto, o cachorro não resistiu.

Em vídeo publicado em sua rede social, a empresária aparece aos prantos com o animal em seu colo. "Eles devolveram meu filho morto", diz Larissa no vídeo.

Segundo a dona, o animal era jovem e sem histórico de doenças. Marques relatou que Flock foi devolvido com alguns machucados. A tutora encomendou uma autópsia do corpo do animal, o laudo será enviado para a polícia.

O pet shop, por sua vez, também registrou uma ocorrência contra Larissa, os responsáveis pelo estabelecimento informaram que após receber a notícia, a mulher teria quebrado equipamentos da clínica.