Notícias » Brasil

Após sugerir criação de partido nazista, Monark visita Museu do Holocausto

A instituição localizada em Curitiba pontuou que seu objetivo é ‘transformar episódios lamentáveis em oportunidades construtivas’

Redação Publicado em 25/02/2022, às 08h28

Imagem de Monark, ex-apresentador do Flow Podcast
Imagem de Monark, ex-apresentador do Flow Podcast - Divulgação/ Youtube/ Flow Podcast

Na última terça-feira, 22, o Museu do Holocausto de Curitiba, no Paraná, recebeu a visita do ex-apresentador Monark, após o youtuber se envolver em polêmicas referentes ao nazismo.

No início deste mês, durante um episódio do podcast Flow — programa do qual o influenciador digital foi desligado — Monarksugeriu a criação de um partido nazista no Brasil. Após a repercussão negativa de sua fala, o youtuber pediu desculpas.

De acordo com informações publicadas na última quarta-feira, 23, pelo portal de notícias g1, após receber Monark, a coordenação do Museu do Holocausto de Curitiba afirmou que o objetivo da instituição é “transformar episódios lamentáveis em oportunidades construtivas”.

Depois do ocorrido, o ex-apresentador recebeu o convite do Museu através das redes sociais. Segundo a instituição, a visita foi marcada pelo próprio youtuber.

Em entrevista, o coordenador da instituição, Carlos Reis, deu detalhes sobre a ida do influenciador ao Museu. Ele participou de uma visita guiada com outras 11 pessoas, que não teriam percebido que o visitante era Monark.

“Ele participou de uma visita mediada para adultos, na qual contamos histórias e enfatizamos questões ligadas ao nazismo e às etapas do genocídio que levaram ao extermínio de milhões de pessoas. Sempre esperamos que a visita seja proveitosa e que ajude no crescimento de todos como seres humanos. Com ele, não foi diferente”, afirmou Carlos.