Notícias » Arqueologia

Arqueólogos descobrem dez fortes antigos na Polônia

Nas diferentes fortalezas os pesquisadores encontraram fragmentos de cerâmica da Idade do Ferro até a Idade Média

Penélope Coelho Publicado em 06/05/2020, às 09h26

Fortes encontrados na Polônia vistos de cima
Fortes encontrados na Polônia vistos de cima - Divulgação

Durante uma expedição arqueológica no sudeste de Wielkopolska — cidade polonesa —, pesquisadores da Monument Protection Foundation tiveram uma surpresa quando encontraram dez fortes antigos através de fotografias aéreas e medições magnéticas.

Esses locais já haviam sido mencionados anteriormente algumas vezes em fontes históricas, no entanto, a verdadeira localização dessas fortalezas ainda era um mistério. Por muitos anos, esses monumentos ficaram escondidos devido ao alto nível de atividade agrícola na região.

Nos campos encontrados, os pesquisadores ainda puderam examinar diferentes tipos de cerâmicas e monumentos desconhecidos até então, para eles, esses artefatos podem datar do início da Idade do Ferro até o fim da Idade Média.

“Na região, temos mais de cem fortes de várias formas, de diferentes períodos. A descoberta é uma surpresa, porque essa área foi muito bem reconhecida em termos de arqueologia. Isso se deve à disponibilidade de métodos cada vez mais novos que usamos.”, afirmou o arqueólogo Maksym Mackiewicz.

Uma das fortalezas localizada na região de Grudzielec mostrou indícios de que tenha sido destruída por fogo, já que em sua superfície havia traços de madeira e argila queimada, o que intrigou os pesquisadores.

Atualmente, o objetivo dos arqueólogos é continuar rastreando fortes desconhecidos ao mesmo tempo em que documentam os monumentos históricos encontrados, para determinar a procedência dos elementos.

“A análise preliminar dos dados coletados mostra que esse não é o fim das descobertas. Outros lugares podem esconder relíquias de antigas fortificações.”, finalizou Mackiewicz.