Notícias » Ásia

Arqueólogos descobrem enorme escultura de leão em canteiro de obras no Camboja

A estátua se assemelha com outras de leão no país, mas nunca havia sido encontrada com um tamanho tão grande

Wallacy Ferrari Publicado em 12/09/2020, às 08h30

Equipe resgata estátua sob o solo
Equipe resgata estátua sob o solo - Cambodia Mine Action Centre (CMAC)

Uma equipe de pesquisadores localizou uma impressionante estátua de leão em um canteiro de obras que era escavado para um projeto de desenvolvimento regional em Phnom Penh, no Camboja. A descoberta, anunciada pelo diretor-geral do Cambodia Mine Action Centre (CMAC), Heng Ratana, não foi planejada por arqueólogos ou historiadores, sendo uma completa surpresa.

Situada a 4 metros de profundidade, a estátua tem 2 metros de altura e está rachada em três grandes partes. Apesar de ter sido descoberta pela secretaria responsável por obras, o artefato foi conduzido ao Museu Nacional, que pode descobrir as origens da estátua junto ao Ministério da Cultura e Belas Artes do Camboja.

Antes de ser conduzida ao museu, a figura teve uma breve passagem no do Departamento de Cultura de Phnom Penh, onde o diretor Chum Vuthy acrescentou informações sobre a escultura; em entrevista ao The Phnom Penh Post, ele afirmou que há especulações sobre a relação da figura com os leões em Wat Phnom, mas que a nova descoberta é bem maior do que as já vistas no país.

O local estava sendo escavado e limpo cuidadosamente para não prejudicar os tuneis de um reservatório de água subterrânea e, com isso, não danificou a descoberta. O espaço receberá uma estação de bombeamento e limpeza de água trazida do rio Tonle Sap pelo ao Conselho para o Desenvolvimento do Camboja.