Notícias » Arqueologia

Arqueólogos encontram fornos e muros romanos em cidade egípcia

Datadas do Período Tardio Egípcio, os artefatos eram usados para produzir outras peças de argila e para a proteção do Rio Nilo

Pamela Malva Publicado em 26/06/2020, às 08h00

Alguns dos tijolos encontrados na escavação egípcia
Alguns dos tijolos encontrados na escavação egípcia - Divulgação

Durante escavações na Avenida das Esfinges, na cidade egípcia de Luxor, um grupo de arqueólogos identificou importantes artefatos romanos. Entre as descobertas estavam fornos e muros datados do Período Tardio Egípcio (entre 1.295 e 1.070 a.C.).

Segundo os arqueólogos envolvidos no achado, os fornos encontrados eram feitos de tijolos e, no passado, serviam para assar a argila que seria usada em outras peças. Enquanto isso, ambos os muros de blocos de arenito tinham o papel de proteção.

A primeira das estruturas servia para prevenir inundações no lado oriental do Rio Nilo. Já a segunda, que também era usada para proteger o importante aquífero, contava com 30 metros de comprimento e quase três metros de altura.

Agora, os arqueólogos do Egito devem concentrar ainda mais esforços na área de Nagaa Abu Asaba, onde os artefatos foram encontrados, a fim de identificar ainda mais peças antigas das quais não se têm registros.