Notícias » Brasil

Através de serviço do Banco Central, cliente sacou quantia milionária "esquecida"

O cidadão brasileiro, que não teve seu nome divulgado, não sabia que tinha o dinheiro em seu nome

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 30/03/2022, às 14h16

Fotografia meramente ilustrativa de cédulas em reais
Fotografia meramente ilustrativa de cédulas em reais - Divulgação/ Pixabay/ ikzmiranda

Durante um evento do Banco Central do Brasil ocorrido em Curitiba na última terça-feira, 29, um dos diretores, Maurício Moura, revelou que um de seus clientes havia recuperado um valor impressionante de R$1,65 milhão que estava "esquecido". 

Ganho foi possível graças ao programa "Valores a Receber", que procura dinheiro que pertence a alguém, mas perdeu-se em meio sistema financeiro de alguma forma e acabou nunca sendo sacado. O serviço começou a funcionar no último mês de fevereiro. 

"Essa pessoa tinha esquecido ou não sabia que tinha R$ 1,65 milhão em nome dela (...). Era uma série de cotas de consórcio que havia acabado, a pessoa não foi lá para ver como os grupos tinham acabado e tinha esse valor considerável. Imagino que tenha ficado bastante feliz", relatou Moura, segundo repercutido pelo g1. 

O profissional explicou que, durante o curto período de funcionamento do Valores a Receber, o cliente milionário foi o que conseguiu recuperar o maior valor com ajuda do programa.  

O serviço, que tem datas específicas para que brasileiros nascidos em períodos diferentes saquem o dinheiro que não sabiam que tinham, pode ser acessado através de um site oficial do governo, clique aqui para entrar.