Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Rússia

Atriz russa é morta por mísseis vindos da Ucrânia

A artista de 40 anos performava para soldados russos quando foi vitimada pelo bombardeio

Redação Publicado em 22/11/2023, às 14h20

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Fotografias da artista morta - Divulgação/ Redes Sociais
Fotografias da artista morta - Divulgação/ Redes Sociais

Polina Menshikh, uma importante atriz russa de 40 anos, foi morta por um bombardeio ocorrido no último domingo, 19, conforme repercutido pelo portal Daily Star. Na ocasião, ela estava se apresentando com seu violão para um grupo de soldados russos. 

Um detalhe importante é que a apresentação ocorria em um centro cultural na vila de Kumachovo, que fica a 60 quilômetros da linha de frente da guerra atualmente sendo travada entre a Rússia e a Ucrânia. 

O evento artístico acabou sendo interrompido de forma trágica por dois mísseis enviados pelas tropas ucranianas, que mataram não apenas militares russos presentes no local, mas também a atriz. 

A explosão resultante do bombardeio destruiu completamente o centro cultural, e, ainda de acordo com o Daily Star, consistiu em uma retaliação a um ataque feito pelo exército russo no início deste mês de novembro. 

Divulgação 

O episódio foi divulgado pelo Military Informant, um canal do Telegram que possui um posicionamento pró-Rússia em sua cobertura da guerra na Ucrânia: 

O prédio onde o show foi realizado estava localizado a apenas 37 milhas da linha de frente. O resultado é previsível - o inimigo atacou com HIMARS [um sistema lançador de foguetes], incluindo a atriz russa Polina Menshikh, que estava se apresentando naquele momento, que morreu", explicou a fonte. 

Outro detalhe é que, segundo alguns veículos, o Kremlin ordenou que notícias como essas, que falam sobre a morte de membros do exército russo, não fossem disseminadas. Apesar disso, o vídeo mostrando o ataque ucraniano ao centro cultural foi vazado para as redes sociais. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!