Notícias » China

Bilionário chinês de 39 anos morre misteriosamente; polícia acredita em envenenamento

Lin Qi tinha um patrimônio de mais de 5 bilhões de reais conquistados no ramo dos jogos eletrônicos e produções audiovisuais

Wallacy Ferrari Publicado em 29/12/2020, às 11h27

Fotografia de Lin Qi
Fotografia de Lin Qi - Divulgação

Um misterioso caso chamou a atenção das autoridades chinesas durante as comemorações natalinas; o bilionário Lin Qi, responsável por liderar uma empresa do ramo de tecnologia e produções audiovisuais, morreu na última sexta-feira, 25. Aos 39 anos, o rapaz teve um mal súbito e, pouco tempo depois, faleceu.

A causa da morte permanece desconhecida e o corpo está sendo submetido a análises médicas. Contudo, a polícia de Shangai não descarta a possibilidade de envenenamento.

De acordo com a BBC, Lin deu entrada no hospital voluntariamente, quando já sentia algo errado no organismo, e possivelmente havia consumido uma bebida chinesa conhecida como chá puer envelhecido, como propaga a mídia local.

A reportagem acrescenta que o principal suspeito pela morte do bilionário é um colega da empresa de Lin, que não teve o nome revelado. O empresário fundou a Yoozoo, responsável por desenvolver o jogo eletrônico "Game of Thrones: The Winter is Coming”.

De acordo com a Hurun China Rich List, o empresário acumulava um patrimônio de aproximadamente 6,8 bilhões de yuans (mais de R$ 5,4 bilhões).