Notícias » América Latina

Briga no Congresso de Honduras resulta em troca de socos e empurrões

Deputados se descontrolaram durante eleição de diretoria provisória, protagonizando cenas de violência

Paola Orlovas, sob supervisão de Wallacy Ferrari Publicado em 22/01/2022, às 08h58

Brigas ocorreram na última sexta-feira, 21
Brigas ocorreram na última sexta-feira, 21 - Divulgação / YouTube / UOL

Parlamentares de Honduras se reuniram em uma sessão na última sexta-feira, 22, para eleger a diretoria provisória do Congresso Nacional de Honduras, mas o evento acabou em acusações de "traição" e agressões físicas, como troca de socos e empurrões.

O presidente do Congresso eleito pelos deputados foi Jorge Cálix, que recebeu 85 votos a favor, enquanto eram necessários apenas 65. A decisão, segundo o portal de notícias UOL, não respeitou um pacto que havia sido feito entre partidos.

O jornal hondurenho La Prensa informou que o conflito teve início após a abertura da sessão, feita pelo ministro do Interior do país, Leonel Ayala. 20 deputados do Partido Libertad e Refundación, então, propuseram que Jorge Cálix se tornasse presidente do Congresso.

A sugestão dos parlamentares viola o combinado com o partido da nova presidente da República, eleita no mês passado, Xiomara Castro, e o tumulto resultou em brigas, e na troca de ofensas e golpes.

Veja abaixo o vídeo da briga completa: