Notícias » Mundo

Causa do acidente aéreo que matou presidente polonês em 2010 é descoberta

A resposta foi dada por uma comissão responsável pelas investigações do acidente

Redação Publicado em 12/04/2022, às 14h21 - Atualizado às 14h22

O presidente Lech Kaczynski
O presidente Lech Kaczynski - Getty Images

O acidente aéreo que provocou a morte do presidente polonês, Lech Kaczynski, há doze anos finalmente teve sua causa revelada. A tragédia se deu no dia 10 de abril de 2010, na cidade russa de Smolensk.

De acordo com a comissão responsável pelas investigações, o avião de modelo Tupolev Tu-154 portava duas bombas em seu interior, que explodiram "na fase final do voo", conforme divulgado.

Segundo a AFP, o Partido Direito e Justiça (PiS) do irmão gêmeo de Lech, Jaroslaw Kaczynski, já defendia há vários anos a hipótese de uma explosão.

A tese, no entanto, foi excluída pela comissão de investigação anterior, criada pelo governo liberal de Donald Tusk. Esta, por outro lado, apontou que a aeronave teria sofrido com más condições meteorológicas e que os pilotos poloneses e controladores aéreos russos teriam cometido falhas.

Conforme a fonte, o relatório publicado hoje indica que os artefatos explosivos podem ter sido colocados no avião enquanto o mesmo passava por reformas em Samara, na Rússia. Além disso, o documento acusa os controladores aéreos russos de terem transmitido informações falsas aos pilotos poloneses de forma intencional.