Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Abuso

Centenas de migrantes sofreram abuso tentando chegar aos EUA

Centenas de pessoas, muitas delas crianças, sofreram abuso sexual ao cruzarem território do Panamá tentando chegar nos EUA

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 24/11/2023, às 12h31

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Migrantes cruzam a região da selva de Darien Gap - Getty Images
Migrantes cruzam a região da selva de Darien Gap - Getty Images

Na perigosa selva de Darien Gap, no Panamá, centenas de migrantes enfrentaram abusos sexuais em sua jornada em direção à fronteira sul dos Estados Unidos, inclusive crianças que foram vítimas nas denominadas "tendas de estupro".

Um novo relatório da organização Médicos Sem Fronteiras revela que, somente em 2023, seus membros trataram quase 400 vítimas de agressão sexual nessa região, marcada pela presença de criminosos armados que, ao vagarem pelo deserto, sequestram, roubam e violentam aqueles que tentam atravessar.

Mesmas trilhas do tráfico

O relatório destaca que os traficantes utilizam as mesmas trilhas para o tráfico de drogas, e grupos armados patrulham a selva sem lei.

De acordo com informações do New York Post, somente em outubro, o Médicos Sem Fronteiras prestou auxílio a 107 vítimas de abuso sexual, incluindo 59 em uma única semana. A fonte menciona que as "tendas de estupro" são montadas com o propósito de facilitar tais abusos.

A organização, que instou os governos regionais a aumentarem a presença policial para dissuadir a violência sexual contra os migrantes, enfatiza que muitas das vítimas são crianças e adolescentes.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!