Notícias » Ásia

Ciclista descobre fóssil de baleia rara com 5 mil anos na Tailândia

Com treze metros de comprimento, o animal tinha uma longa vértebra saindo do solo — até ser notado pela atleta

Redação Publicado em 05/12/2020, às 13h45

Baleia sendo recolhida por autoridades locais
Baleia sendo recolhida por autoridades locais - Divulgação/Youtube

No início de novembro, uma ciclista que passeava em uma praia em Bangkok, na Tailândia, avistou uma vértebra que estaria saindo do solo. Acreditando tratar-se de uma espécie curiosa, a esportista decidiu contatar as autoridades locais. Para sua surpresa, tratava-se de um fóssil da espécie Baleia-de-Bryde.

Datado em mais de cinco mil anos atrás, a carcaça do bichano possui cerca de 13 metros de comprimento, surpreendendo a comunidade local — visto que não se trata de um animal comum do continente asiático.

De acordo com o UOL, a geóloga Pannipa Saetian, da divisão de Proteção de Fósseis do Departamento de Recursos Minerais, contou à Reuters que essa é uma descoberta rara, tendo em vista o estado de preservação quase perfeito do fóssil.

Ameaçada de extinção e com poucos dados disponíveis na literatura biológica, a Baleia-de-Bryge é a menos conhecida entre as grandes baleias, vivendo costumeiramente em águas mais quentes dos oceanos Índico, Pacífico e Atlântico.

Os pesquisadores pretendem expor o achado ao público assim que a escavação, pesquisa e todo o estudo necessário para descobrir a idade dos ossos forem concluídos.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.