Notícias » EUA

Cientista estadunidense afirma ter encontrado vida em Marte. Confira imagens!

Segundo William Romoser, imagens do Planeta Vermelho revelaram insetos vivos e um fóssil de um homem-lagarto

André Nogueira Publicado em 21/11/2019, às 08h30

Rover da Nasa explora superfície de Marte com câmera
Rover da Nasa explora superfície de Marte com câmera - Getty Images

Durante o encontro nacional da Sociedade Entomológica da América, um professor da Universidade de Ohio, William Romoser, afirma ter encontrado evidências de vida em Marte. Baseado em fotos de rovers da NASA (aquele carrinho espacial), ele declarou ter captado provas de existência de insetos e de seres reptilianos no Planeta Vermelho.

"Existiu e continua existindo vida em Marte", ele afirmou, com convicção. "Existe uma aparente diversidade entre a fauna marciana e tipo de inseto que exibe muitas características semelhantes a insetos terrestres, considerados grupos avançados por terem asas, flexão de asas e elementos de patas de estrutura variada".

A notícia está sendo veiculada nas redes com a suposta identificação das partes do homem réptil de Marte / Crédito: Tweeter

 

As imagens usadas na análise passaram por um tratamento de brilho e contraste, como de costume, e as afirmações convictas de Romoser ainda precisam passar por apurações científicas, pois ainda há dúvidas em relação a sua coerência. Passando ainda por muitas suposições, o entomólogo ainda pretende se aprofundar sobre as criaturas.

Identificação do inseto / Crédito: Universidade de Ohio

 

"Um exoesqueleto e apêndices articulados são suficientes para efetuar a identificação de um artrópode. Três regiões do corpo, um par de antenas e seis patas são normalmente suficientes para estabelecer a identificação como inseto na Terra. Estas características também devem ser válidas para identificar um organismo como um inseto em Marte", ele afirmou.