Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Convidado atira para o alto e mata noiva em seu próprio casamento

Homem comemorava quando atingiu a vítima "acidentalmente"; episódio aconteceu no Irã

Redação Publicado em 19/07/2022, às 13h17

Noivos logo após a cerimônia de casamento - Divulgação / Twitter
Noivos logo após a cerimônia de casamento - Divulgação / Twitter

Uma mulher morreu em sua própria cerimônia de casamento depois que foi atingida na cabeça por uma bala. A tragédia ocorreu quando um dos convidados decidiu comemorar a união dos noivos atirando para o alto. O caso ocorreu em Shiraz, no Irã.

Conforme apurou o New York Post, a assistente social Mahvash Leghaei, de 24 anos, havia acabado de sair do local da cerimônia ao lado do noivo quando a tragédia ocorreu.

Um primeiro disparo, que partiu de um rifle de caça não licenciado, animou os demais presentes. O segundo tiro porém acabou por atingir a mulher, que entrou em coma e morreu pouco depois.

Bala atingiu outras pessoas 

De acordo com informações do UOL, após atravessar o crânio da noiva, a bala ainda atingiu outras duas pessoas, que tiveram ferimentos leves. Chocados com o ocorrido, o noivo e demais convidados acionaram a polícia.

Recebemos uma chamada de emergência de um tiroteio em um salão de casamentos na cidade de Firuzabad e os policiais foram enviados para lá o mais rápido possível", disse o coronel Mehdi Jokar, responsável pelo caso, em entrevista ao site Newsflash. 

Após a tragédia, o responsável pelos disparos fugiu do local com a arma. Ele, quem seria primo no noivo, foi localizado e detido pela polícia logo depois.

"Naturalmente, qualquer perturbação da ordem pública como essa traz riscos à segurança, e as pessoas precisam saber zelar por uma comunidade segura. Atirar é proibido em casamentos", disse Jokar. "Tomaremos medidas duras contra qualquer pessoa que infrinja essa regra”.