Notícias » Estados Unidos

Correspondência com veneno com destino à Casa Branca é interceptada

Uma carta destinada ao presidente Donald Trump que continha substância tóxica mortal foi recolhida pelo Serviço Postal dos EUA

Giovanna de Matteo Publicado em 21/09/2020, às 07h18

Fachada da Casa Branca, Washington, D.C.
Fachada da Casa Branca, Washington, D.C. - Wikimedia Commons

A imprensa norte-americana divulgou no último sábado, 19, que uma carta que continha uma substância vegetal letal chamada ricina foi encontrada dentro de um envelope enviado à Casa Branca

Segundo o jornal New York Times e o canal CNN, a correspondência foi interceptada pelo Serviço Postal dos EUA antes de chegar ao seu destino, sendo endereçada ao presidente Donald Trump. A substância encontrada é venenosa e pode levar à morte quase instantânea se tragada ou inalada.

Fontes do Serviço Secreto americano também informaram que o envelope foi enviado de um endereço no Canadá. Uma mulher que portava uma arma foi detida como suspeita em uma ponte que liga o Canadá à cidade de Nova York.

"Posso confirmar que uma detenção aconteceu em Peace Bridge, Buffalo, Nova York", declarou Aaron Bowker, oficial do serviço de proteção de alfândega e fronteiras à AFP.